238

242

Encontrando formas de enfrentar a situação e se manter forte

Pedir ajuda de outras pessoas pode não ser fácil. Esta seção tem conselhos práticos para guiá-lo para a ajuda que você pode precisar durante este período difícil. Manter-se emocional e fisicamente saudável pode ajudá-lo a lidar com as muitas tarefas que envolvem o tratamento do seu filho.

“Ser forte significa aprender a confiar nos outros. Eu descobri que os amigos queriam estar presentes para a nossa família. Eu só precisava pedir. Também me encontrei com um conselheiro que me deu informações e me ouviu de uma forma que os amigos não conseguiam.”

Obtendo ajuda e apoio de outras pessoas

A pesquisa mostra o que você provavelmente já sabe: a ajuda de outras pessoas fortalece e estimula seu filho e sua família. Deixe outras pessoas ajudarem durante este período difícil. Família e amigos podem querer ajudar, mas podem não saber o que você precisa. Você pode querer:

  1. Dar o primeiro passo. Deixe a família, os amigos e os colegas de trabalho saberem sobre o câncer e o tratamento do seu filho. Compartilhe apenas o que você se sente confortável em compartilhar.
  2. Diga às pessoas como elas podem ajudar. Mantenha uma lista de coisas que outras pessoas podem fazer pela sua família. Por exemplo, as pessoas podem cozinhar, limpar, fazer compras ou levar os irmãos para suas atividades.
  3. Encontre uma maneira fácil de atualizar a família e os amigos. Você pode usar um site de mídia social ou um site como o CarePages, o Caring Bridge, o My Cancer Circle ou o MyLifeLine.org para atualizar as pessoas e pedir ajuda prática. Outros sites, como o Lotsa Helping Hands, facilitam a organização da ajuda de pessoas da sua comunidade.

“Minha vizinha Liz é maravilhosa. Ela postava atualizações para nossos amigos sobre o progresso de Calvin. Ela também ajudou os amigos a fazer cartazes para decorar o quarto do nosso filho.”

Obtendo ajuda profissional

Se você não estiver dormindo bem, estiver deprimido ou se sentir irritado ou ansioso, fale com seu médico de família. O seu médico pode indicar os profissionais de saúde que podem ajudá-lo, como um psiquiatra, psicólogo, terapeuta familiar ou assistente social. Alguns pais acham que ajuda falar com um líder em sua comunidade espiritual.

“Eu não sou o tipo de pessoa que procura ajuda externa. Mas eu estava me sentindo tão sobrecarregado que sabia que era hora de procurar um conselheiro para controlar meu estresse. Conseguir conselhos de um especialista treinado realmente me ajudou a superar esse momento difícil.”

Participando de um grupo de apoio

Alguns grupos de apoio se encontram pessoalmente, enquanto outros se encontram online. Muitos pais se beneficiam das experiências e informações compartilhadas nesses grupos. Alguns pais acham os quadros de mensagens online úteis.

“Minha esposa e eu sabíamos que não poderíamos resolver isso sozinhos. Nós nos encontramos com um grupo de apoio para pais de crianças com câncer. Nosso grupo traz especialistas e aprendemos o que ajudou os outros. Também podemos postar mensagens para uma comunidade de apoio online que foi útil.”

Joining a support group

Some support groups meet in person, whereas others meet online. Many parents benefit from the experiences and information shared in these groups. Some parents find online message boards helpful.

“My wife and I knew we couldn’t tackle this alone. We met with a support group for parents of children with cancer. Our group brings in experts, and we learn what has helped others. We’re also able to post messages to an online support community that’s been helpful.”

ESTE ARTIGO TE AJUDOU?