238

242

Exames e procedimentos para diagnosticar o câncer

A QUAIS EXAMES MEU FILHO PODE SER SUBMETIDO

Aqui há uma breve descrição de alguns dos exames que podem ser feitos durante o diagnóstico e tratamento. Uma criança não é submetida a todos estes exames.

Audiologia

Alguns medicamentos podem afetar a audição. São feitos exames auditivos (audiologia) iniciais e exames regulares durante o tratamento com as crianças que recebem estes medicamentos.

Biópsia

Se há a suspeita de que um tumor seja maligno (canceroso), o cirurgião primeiro remove uma parte deste tumor, pela inserção de uma pequena agulha através da pele (biópsia com agulha) ou fazendo uma pequena cirurgia (biópsia aberta). Uma biópsia guiada por TC também pode ser feita pelo radiologista. Todo o tumor pode ser removido no procedimento cirúrgico inicial. Esta amostra é então examinada por um médico especialista – um histopatologista – que pode dizer se o tumor é maligno ou não, e exatamente qual é o tipo do tumor. Normalmente leva alguns dias para se obter os resultados. Às vezes exames especializados, tais como análise cromossômica ou exames com coloração especial, para uma aparência mais próxima ao tecido tumoral podem ser necessários para ajudar com o diagnóstico. O tipo de biópsia feita depende das circunstâncias clínicas específicas de cada criança.

Exames de sangue

Os exames de sangue são feitos no momento do diagnóstico, durante o tratamento e, ocasionalmente, após o tratamento, para monitorar os efeitos do tratamento. As células do sangue são contadas no departamento de hematologia. O hemograma é um dos vários meios diferentes de monitorar os efeitos do tratamento. O médico de seu filho pode dizer como está o hemograma dele, qual o significado, e como era esperado que o exame estivesse. Os microbiologistas podem examinar o sangue para ver se há infecção. Isto é chamado de hemocultura. O laboratório de química mede determinados sais e produtos químicos na amostra de sangue. Estes valores medidos fornecem informações sobre as funções renal e hepática. As amostras de sangue também podem ser obtidas para teste sanguíneo de prova cruzada, no caso de uma transfusão ser necessária. Um vídeo curto, “O hemograma explicado” (Blood counts explained) está disponível no site do PICS.

Aspiração da medula óssea

A medula óssea é como uma fábrica, onde as células sanguíneas do corpo são produzidas. Nas crianças, a medula óssea está nos ossos longos, costelas, pélvis e quadris. Para saber se o câncer afetou a medula óssea é necessário obter uma amostra. Isto é feito através da colocação de uma agulha fina no osso do quadril e extraindo-se uma pequena quantidade de medula, que é então examinada no laboratório. Ocasionalmente, o núcleo da medula (biópsia por trefina) é necessário para examinar a medula com mais detalhes. A aspiração da medula óssea é geralmente realizada sob anestesia geral.

Escaneamento ósseo

Um escaneamento dos ossos é feito no departamento de medicina nuclear para obter imagens de um osso ou ossos, para ver se há a presença de algum câncer. O escaneamento por si só não é doloroso, no entanto, primeiro é administrada uma injeção de material radioativo (um isótopo) e então o escaneamento é realizado algumas horas mais tarde. Nos locais onde há aumento da atividade celular o isótopo vai se acumular e se tornar visível no exame por imagem.

Tomografia Computadorizada (TC)

Tomografia Axial Computadorizada – também chamada “CAT scan” – realiza várias imagens do tecido mole dentro do corpo, a partir de diferentes direções. Um computador integra as imagens para mostrar quaisquer tumores. O escaneamento é indolor, mas uma agulha às vezes é necessária para injetar o contraste. Uma tomografia computadorizada normalmente leva menos do que cinco minutos. Uma sedação ou anestesia geral pode ser necessária para assegurar que a criança permaneça imóvel durante este tempo.

DAVC

Dispositivo de Acesso Venoso Central. Consulte Port, Hickman, Insuflon ou Port-a-cath.

Ecocardiograma

Um exame de ultrassonografia é utilizado para avaliar a função cardíaca. Alguns medicamentos da quimioterapia têm o potencial de afetar a função cardíaca. A função cardíaca é monitorada em intervalos regulares quando estes medicamentos são utilizados.

Eletrocardiograma (ECG)

Este exame registra a frequência, ritmo e atividade elétrica do coração.

Escaneamento com Gálio

Os escaneamentos com Gálio são feitos no departamento de medicina nuclear. Antes do escaneamento, é administrada uma injeção de Gálio. O Gálio se acumula nos locais de infecção ou malignidade. O primeiro escaneamento é feito normalmente 48 horas após a injeção, e um segundo escaneamento é feito uma semana depois.

Ritmo de Filtração Glomerular (RFG)

Alguns medicamentos têm o potencial de afetar a função renal. As crianças que recebem estes medicamentos têm sua função renal monitorada regularmente durante o tratamento. O Ritmo de Filtração Glomerular (RFG) é um exame da função renal muito especializado na área da medicina nuclear.  Duas amostras de sangue são coletadas no dia para medir a função renal.

Punção lombar

Em alguns cânceres, como a leucemia ou o linfoma, as células malignas podem passar para o cérebro e para o líquido cefalorraquidiano que circunda o cérebro. Para examinar se isto ocorreu, algumas gotas de líquido são retiradas pela inserção de uma agulha fina entre dois ossos vertebrais na coluna vertebral.

Ressonância Magnética Nuclear (RMN)

Ondas magnéticas são passadas através do corpo e produzem diferentes imagens, dependendo do tipo de célula através das quais passam. As ondas são inofensivas. A RMN pode fornecer uma imagem precisa de um tumor e das estruturas adjacentes.

Às vezes, na TC, na RMN e na Radiografia, um líquido especial chamado “contraste” é injetado no sangue para se obter uma imagem melhor do tumor e sua relação com outras estruturas.

A máquina de RMN é barulhenta e pode ser assustadora porque a criança tem que se deitar em um túnel. Diferentes hospitais podem utilizar meios diferentes para ajudar as crianças a entenderem o procedimento de escaneamento da RMN e prepará-las para permanecerem calmas e imóveis durante o escaneamento. Converse com a equipe que acompanha o tratamento de seu filho sobre as facilidades disponíveis no hospital em que seu filho realiza o tratamento. Embora realizar uma RMN seja indolor, uma anestesia geral pode ser necessária para manter a criança imóvel.

PET scan

Pet Scan – Tomografia por Emissão de Pósitrons – fornece uma imagem de como uma parte do corpo está funcionando. Uma pequena quantidade de produto químico radioativo é injetada ou inalada. O exame de imagem por PET mostra para onde este produto químico vai. Os exames de imagem por PET podem ajudar a identificar tumores malignos e benignos.

Ultrassonografia

As ondas de ultrassom são ondas sonoras que o ouvido humano não pode ouvir. Uma máquina especial direciona as ondas para uma determinada parte do corpo. As diferenças em como as ondas sonoras são refletidas ajudam a formar uma imagem. Esta imagem é interpretada para distinguir uma parte saudável e um tumor.

Raio X

Uma radiografia pode mostrar se o tumor está no tórax, abdômen ou ossos, porque o tecido tumoral tem aspecto diferente de um osso comum ou de um tecido normal. A radiografia também pode ser utilizada para procurar por sinais de infecção se seu filho estiver indisposto.

QUAIS PROCEDIMENTOS PODEM SER PARTE DO TRATAMENTO

Os procedimentos são feitos pelos enfermeiros e médicos como parte do tratamento da criança – como a colocação de um acesso IV ou uma sonda nasogástrica ou o acesso ao cateter port. Uma criança não é submetida a todos estes procedimentos. Alguns procedimentos são feitos com sedação ou anestesia geral. Alguns dos dispositivos utilizados durante os procedimentos são:

Cateter central

São tubos colocados um uma veia central volumosa para a administração de líquidos e quimioterapia. Algumas vezes as amostras de sangue podem ser coletadas deste cateter. Eles são semipermanentes e podem permanecer no local por vários meses ou anos e são implantados sob anestesia geral. Há diferentes tipos – Port-a-caths, PICCS, Hickmans. Seu enfermeiro lhe fornecerá mais informações se seu filho precisar de um cateter central.

Insuflons

Vários medicamentos precisam ser administrados através de injeção subcutânea. Quando um medicamento precisa ser injetado várias vezes, utilizamos um pequeno dispositivo chamado Insuflon. Isso reduz a dor e a preocupação das injeções diárias. O Insuflon é implantado sob a pele e pode permanecer no local por até sete dias. Pode ser implantado na pele do abdômen, coxa ou antebraço. O Insuflon permite que os medicamentos sejam administrados sem a necessidade de injeções repetidas. Você, seu filho, ou seu enfermeiro podem administrar as injeções utilizando Insuflon.

Com o Insuflon implantado, seu filho pode continuar com as atividades da vida diária normal, incluindo tomar banho e nadar. Em casa, o local do Insuflon deve ser checado regularmente para sinais de inchaço, vermelhidão, e/ou secreção. Se você notar algum destes sinais, ou se o Insuflon for removido acidentalmente, entre em contato com a equipe de seu hospital.

Sonda nasogástrica

Uma sonda nasogástrica vai do nariz até o estômago. É usada para fornecer líquidos incluindo nutrição e medicamento. Se seu filho precisar de uma sonda nasogástrica, os enfermeiros irão lhe fornecer mais detalhes.

ESTE ARTIGO TE AJUDOU?