238

242

ESTOU PREOCUPADO(A), MEU FILHO TEM CÂNCER

O QUE EU FAÇO?

Observe se seu filho apresenta quaisquer mudanças súbitas e persistentes na saúde ou no comportamento. É importante que seu filho seja examinado por um médico se ele tiver sinais ou sintomas incomuns que não desaparecem. Diga ao pediatra se você está preocupado que seu filho possa ter câncer. Faça uma lista dos sintomas do seu filho e por que você suspeita que pode ser um câncer. Você deve confiar em seu próprio instinto e trabalhar junto com o médico, usando seu conhecimento sobre o seu filho e a especialidade do médico para proteger a saúde do seu filho.

Pode ser que você tenha motivos para se preocupar, ou seu médico possa assegurar-lhe que seu filho não está em risco, seja com um bom histórico e exame físico, ou com alguns exames de rastreamento. Certifique-se de saber o que acontece a seguir. Isso inclui onde ir para fazer qualquer exame. Ou quando esperar uma consulta com outro profissional de saúde.

LEIA MAIS SOBRE OS EXAMES E AS RESSONÂNCIAS QUE O SEU FILHO PODE FAZER

ESTOU PREOCUPADO(A), MEU FILHO TEM CÂNCER

SINAIS DE CÂNCER INFANTIL

Os sintomas do câncer podem ser muito semelhantes aos de outras doenças na infância. E podem variar entre as crianças. Lembre-se que os sintomas que listamos aqui não costumam ser câncer.

O diagnóstico precoce é importante, particularmente com tumores sólidos onde, na maioria dos casos, o tratamento pode ser menos intensivo e mais bem-sucedido se o tumor for menor e não se espalhar a partir da área primária no momento do diagnóstico. É por isso que é importante estar ciente dos sinais e sintomas de alguns dos cânceres infantis mais comuns.

Se suspeitar de malignidade, consulte imediatamente o seu pediatra ou um serviço de oncologia pediátrica.

ESTOU PREOCUPADO(A), MEU FILHO TEM CÂNCER

EXAMES E PROCEDIMENTOS PARA DIAGNOSTICAR CÂNCER

In order to ascertain if any cancer cells are present, the consultant oncologist will usually order some tests to make an accurate diagnosis and assess the child’s general health. The tests will also enable the specialist to know where the cancer started and whether it has spread to other parts of the body, which is called staging.

Lembre-se de que nem todas as crianças têm todos os exames ou procedimentos. O oncologista consultor decidirá quais exames são relevantes, com base em cada caso individual.

Fazer os exames pode atrasar o início do tratamento por alguns dias, mas é importante reunir todas as informações para que o tratamento correto seja dado.

LEIA MAIS SOBRE OS EXAMES E OS PROCEDIMENTOS QUE O SEU FILHO PODE FAZER

MEU FILHO FOI DIAGNOSTICADO COM CÂNCER

QUAIS SÃO OS CÂNCERES INFANTIS?

Cânceres infantis são diferentes dos cânceres de adultos. Fatores que causam câncer em adultos, como fumar e produtos químicos, não causam câncer em crianças. Os cânceres infantis ocorrem em diferentes partes do corpo do que os cânceres de adultos. Eles parecem diferentes sob o microscópio e respondem de forma diferente ao tratamento. As taxas de cura para os cânceres infantis são superiores às dos adultos.

A maioria dos cânceres infantis se enquadra em um dos vários tipos específicos, descubra a lista no link abaixo.

SAIBA MAIS SOBRE COMO O CÂNCER AFETA O CORPO E OS TIPOS DE CÂNCER

MEU FILHO FOI DIAGNOSTICADO COM CÂNCER

POSSÍVEIS CAUSAS

As causas da maioria dos cânceres infantis não são conhecidas. Até 10% de todos os cânceres em crianças são causados por uma mutação hereditária (uma mutação genética que pode ser transmitida dos pais para os filhos).

Acredita-se que a maioria dos cânceres em crianças, como em adultos, se desenvolva como resultado de mutações em genes que levam ao crescimento celular descontrolado e, eventualmente, ao câncer. Em adultos, essas mutações genéticas refletem os efeitos cumulativos do envelhecimento e da exposição a longo prazo a substâncias causadoras de câncer. No entanto, identificar possíveis causas ambientais do câncer infantil tem sido difícil.

MEU FILHO FOI DIAGNOSTICADO COM CÂNCER

A EQUIPE DE TRATAMENTO DO SEU FILHO

Your child’s treating team will have medical, nursing, allied health, support people – and more. The people and services will vary from hospital to hospital.

DESCUBRA AQUI QUEM PODE CUIDAR DO SEU FILHO

MEU FILHO FOI DIAGNOSTICADO COM CÂNCER

PALAVRAS A SABER

As palavras usadas por oncologistas e aqueles que trabalham na área do câncer podem ser altamente complexas e confusas.

ENCONTRE AQUI DEFINIÇÕES PARA TERMOS COMUMENTE USADOS RELACIONADOS AO CÂNCER

MEU FILHO FOI DIAGNOSTICADO COM CÂNCER

GRUPO DE RISCO, GRAU OU ESTÁGIO

Dependendo do tipo de câncer que seu filho tem, o médico descreverá o câncer em termos de estágio, grau ou grupo de risco. Estes sistemas, explicados no link abaixo, são usados para descrever a gravidade dos diferentes tipos de câncer e planejar o melhor tratamento para cada criança.

SAIBA MAIS AQUI

MEU FILHO FOI DIAGNOSTICADO COM CÂNCER

EXPLORANDO SENTIMENTOS

Ninguém está preparado para ouvir que seu filho tem uma doença com risco de vida. Quando você recebe o diagnóstico pela primeira vez, pode se sentir em choque, confuso ou incapaz de ouvir ou lembrar de informações sobre o diagnóstico ou o tratamento do seu filho. Os pais têm muito a gerir depois que uma criança é diagnosticada com câncer e as primeiras semanas podem ser insuportáveis. Seus pensamentos iniciais podem ser “Como isso pôde acontecer com meu filho?” e “Como vamos superar isso?”

Aqui estão alguns recursos para ajudá-lo a entender a variedade de emoções que você pode sentir e enfrentar durante as primeiras semanas após o diagnóstico.

MEU FILHO ACABOU DE SER DIAGNOSTICADO COM CÂNCER:  LIDANDO COM SENTIMENTOS E MEDOS

DURANTE OS TRATAMENTOS

TRATAMENTOS

Uma vez estabelecido qual tipo de câncer seu filho é diagnosticado, o oncologista consultor decidirá o tipo de tratamento necessário. Existem três tipos principais de tratamentos: quimioterapia (terapia medicamentosa), radioterapia e cirurgia. Nem todas as crianças precisarão fazer todos; seu consultor discutirá o tratamento necessário para tratar o câncer do seu filho.

LEIA MAIS SOBRE OS TRATAMENTOS

DURANTE OS TRATAMENTOS

GUIA PARA ENSAIOS CLÍNICOS

Muitas crianças e jovens com câncer são tratados em ensaios clínicos. Esperamos que esta seção, criada para jovens com câncer e seus pais, irá ajudá-lo a entender mais sobre ensaios clínicos e responder algumas das muitas perguntas que você pode ter. Sempre tire dúvidas ou faça perguntas específicas relacionadas ao tratamento ou participação em um ensaio com seu médico ou outros membros da equipe.

LEIA MAIS SOBRE OS ENSAIOS CLÍNICOS

DURANTE OS TRATAMENTOS

FALANDO SOBRE O CÂNCER

Conversar com outras pessoas sobre o câncer do seu filho pode ser uma das partes mais difíceis de lidar com o diagnóstico de câncer. Não há palavras perfeitas para anunciar uma notícia tão terrível para o seu filho, os irmãos ou os avós. Você pode se preocupar como outras pessoas reagirão às notícias. Além disso, contar a diferentes pessoas as mesmas notícias repetidas vezes pode ser cansativo e estressante. Você também pode querer manter muitos dos detalhes do seu diagnóstico e tratamento privados.
Não existe uma maneira certa ou errada de falar sobre o câncer. Com quem você fala e como você fala sobre as coisas pode ser diferente dependendo do seu relacionamento com cada pessoa. Aqui estão algumas dicas, esperamos que possam ajudá-lo a falar sobre o câncer com outras pessoas.

COMO FALAR COM OUTRAS PESSOAS SOBRE CÂNCER

DURANTE OS TRATAMENTOS

CUIDANDO DO SEU FILHO

É normal que os pais ou responsáveis que cuidam de uma criança com câncer se sintam assustados e nervosos. Lidar com o câncer e o tratamento pode ser, às vezes, difícil tanto para as crianças quanto para seus cuidadores. É uma das tarefas mais desgastantes e difíceis que um pai/mãe pode enfrentar. Mas, com planejamento e, com sorte, trabalho em equipe da sua família, parentes e amigos, você pode ajudar seu filho durante o tratamento.

Aqui estão algumas dicas sobre como ajudá-lo a lidar com as mudanças, seu estado emocional e o impacto do câncer em sua vida diária.

LEIA MAIS AQUI

DURANTE OS TRATAMENTOS

CUIDANDO DE VOCÊ MESMO

Cuidar de alguém com câncer pode ser muito estressante, especialmente quando é criança. A criança com câncer pode estar sentindo emoções angustiantes sobre o diagnóstico de câncer, efeitos colaterais do tratamento e mudanças de humor causadas pelos efeitos dos medicamentos. É muito importante que os cuidadores de crianças com câncer cuidem de si mesmos durante esse período. Ter tempo livre, sair para beber uma xícara de café com um amigo e compartilhar preocupações com alguém que não está envolvido no cuidado da criança são estratégias úteis.

Nesta seção, você encontrará artigos para ajudá-lo a cuidar de si mesmo para cuidar ainda melhor do seu filho.

COMO CUIDAR DE VOCÊ PARA CUIDAR AINDA MELHOR DO SEU FILHO.

DURANTE OS TRATAMENTOS

LIDANDO COM A VIDA DIÁRIA

O dia a dia de uma criança com câncer pode ser muito difícil para a criança e seus cuidadores. Mudanças na rotina diária, aparência e amizade do seu filho podem ser especialmente difíceis de lidar. Às vezes, você pode se sentir sobrecarregado e inseguro sobre o que o futuro reserva. Saber o que esperar pode ajudar a família a lidar com o tratamento.

Não há maneira certa ou errada de lidar com a situação. Cada família encontra seu próprio caminho para se ajustar.
Aqui você encontrará alguns conselhos e dicas para ajudá-lo a se adaptar à vida durante o tratamento.

ENCONTRE AQUI INFORMAÇÕES E CONSELHOS PARA LIDAR COM A VIDA DURANTE O TRATAMENTO

OS TRATAMENTOS SÃO CONCLUÍDOS

ACOMPANHAMENTO

Agora que os tratamentos e os medicamentos pararam, todos podem se sentir um pouco preocupados e com medo.
Fazer uma lista de perguntas para fazer ao seu médico pode ser reconfortante e dar uma ideia melhor do que está por vir.

PERGUNTAS A FAZER QUANDO O TRATAMENTO DO SEU FILHO FOR CONCLUÍDO

OS TRATAMENTOS SÃO CONCLUÍDOS

AJUSTANDO-SE A UMA VIDA NORMAL

O tratamento foi bem-sucedido e seu filho e sua família entram em uma nova fase da vida. Você pode se sentir alegre e ansioso. Seu filho ainda pode estar se recuperando física e emocionalmente. Sua família pode estar enfrentando novos desafios.

Algumas crianças voltam às rotinas escolares e domésticas com facilidade e rapidez. Para outras, a transição é mais difícil e leva mais tempo. Pais e irmãos também passam por um período de adaptação. Por exemplo, os irmãos podem ter se tornado mais independentes enquanto você estava no hospital. Tire um tempo para conversar sobre coisas especiais que cada pessoa da sua família fez durante o tratamento. Isso pode ajudar a dar um tom positivo de resiliência para o futuro.

ENCONTRE AQUI DICAS QUE AJUDAM AS FAMÍLIAS A SE AJUSTAREM APÓS O TRATAMENTO

MEU FILHO NÃO PODE SER CURADO

MEU FILHO NÃO PODE SER CURADO

Há muitas coisas que você pode fazer para ajudar seu filho. Exatamente o que você escolhe fazer e quando, é uma escolha muito pessoal. Aqui estão sugestões que ajudaram outras pessoas durante este período difícil.

ENCONTRE AQUI MANEIRAS DE AJUDAR SEU FILHO SE OS TRATAMENTOS NÃO ESTIVEREM FUNCIONANDO

MEU FILHO NÃO PODE SER CURADO

CUIDADOS NO FIM DA VIDA

Quando as crianças têm um diagnóstico terminal (geralmente definido como tendo uma expectativa de vida de 6 meses ou menos) e estão se aproximando do fim da vida, elas podem ser elegíveis para receber cuidados paliativos. Esse tipo de cuidado fornece apoio médico, emocional e espiritual. Os cuidados paliativos ajudam o seu filho a ficar o mais confortável possível perto do fim da vida, quando o tratamento não está mais controlando a doença. Concentram-se em cuidar, não curar. No entanto, se a saúde do seu filho melhorar, os cuidados paliativos serão descontinuados e o tratamento ativo será retomado.

O que vai acontecer?

o que vai acontecer?

Você acabou de saber que seu filho tem câncer. Ele/ela pode estar em tratamento ou terminando o tratamento. Com certeza é assustador, mas saber o que esperar pode ajudá-lo a se sentir mais à vontade.

Este cronograma fornece informações e conselhos durante a jornada de câncer do seu filho. Ele foi projetado em seções, que poderão ser lidas no momento certo para você.

DATA DE CRIAÇÃO: FEVEREIRO 2019

Timeline
RabbitTimeline

ESTOU PREOCUPADO(A), MEU FILHO TEM CÂNCER

É normal se preocupar se o seu filho tiver sintomas de alguma doença.
Câncer em crianças não é comum, é improvável que seu filho desenvolva câncer.

No entanto, os cânceres em crianças podem ser difíceis de reconhecer de imediato, porque os primeiros sintomas são frequentemente semelhantes aos causados por doenças ou lesões mais comuns.
Muitas vezes, as crianças adoecem ou apresentam contusões ou hematomas que podem mascarar os primeiros sinais de câncer.
Dê uma olhada com atenção nas próximas seções para ajudá-lo a passar por esses momentos de incerteza.

O QUE EU FAÇO?SINAIS DE CÂNCER INFANTILEXAMES E PROCEDIMENTOS PARA DIAGNOSTICAR CÂNCER

Timeline

MEU FILHO FOI DIAGNOSTICADO COM CÂNCER

Saber que seu filho tem câncer é devastador, mesmo sabendo da possibilidade, ouvir a confirmação de um médico é assustador para você, seu filho e o resto da família.

Aqui você encontrará material para entender melhor o câncer e este universo técnico e complicado em que você está entrando.
Você também encontrará informações sobre os tratamentos que seu filho provavelmente fará e quais profissionais de saúde estarão cuidando dele.

Estes elementos devem reforçar qualquer informação que tenha sido dada pelo seu médico e equipe médica, e esperamos responder algumas de suas perguntas. Se você tiver mais preocupações ou perguntas, fale com a equipe médica que cuida do seu filho.

QUAIS SÃO OS CÂNCERES INFANTIS?POSSÍVEIS CAUSASA EQUIPE DE TRATAMENTO DO SEU FILHOPALAVRAS A SABERGRUPO DE RISCO, GRAU OU ESTÁGIOEXPLORANDO SENTIMENTOS

MonkeyTimeline

DURANTE OS TRATAMENTOS

Quando você sabe pela primeira vez que seu filho tem câncer, tudo parece mudar em um instante.
Você pode sentir que sua vida virou de cabeça para baixo. Quando o choque desaparece, o processo de fazer mudanças começa.
Você pode ter que reorganizar tarefas e rotinas em sua vida enquanto seu filho inicia o tratamento.
Provavelmente, você tem muitas perguntas a fazer sobre como se ajustar a todos os novos problemas que o câncer traz.
A seção a seguir fornece ideias e conselhos para ajudar você a entender o que acontecerá e, espera-se, lidar melhor com o tratamento de seu filho.

TRATAMENTOSGUIA PARA ENSAIOS CLÍNICOSFALANDO SOBRE O CÂNCERCUIDANDO DO SEU FILHOCUIDANDO DE VOCÊ MESMOLIDANDO COM A VIDA DIÁRIA

Timeline

OS TRATAMENTOS SÃO CONCLUÍDOS

A conclusão do tratamento para o câncer do seu filho é um grande passo! No entanto, também pode ser uma época que traz novos desafios.

Muitas famílias são surpreendidas por sentimentos de ansiedade que surgem durante esse momento tão esperado, quando esperavam sentir apenas alívio.
Em vez de ser um momento para voltar à vida como costumava ser, pode ser um momento de ajuste contínuo, pois você deixa a segurança das pessoas na equipe médica do seu filho.
Alguns disseram que a transição para a vida após o tratamento levou mais tempo e foi mais desafiadora do que eles imaginavam.
Você pode se preocupar que o câncer voltará. Seu filho pode ter dificuldades para se acostumar com novas rotinas.
Algumas famílias entram nessa nova fase sentindo-se mais fortes, enquanto outras estão mais frágeis.
Você pode estar se perguntando como colocar essa experiência para trás e voltar à vida normal.
Não há uma maneira perfeita. Assim como o tratamento de cada criança é diferente, o mesmo ocorre com a transição para uma “nova normalidade” - uma frase frequentemente usada por sobreviventes de câncer e suas famílias.Esta seção contém dicas e informações sobre cuidados de acompanhamento e de sobrevivência para crianças que foram tratadas de câncer.

ACOMPANHAMENTOAJUSTANDO-SE A UMA VIDA NORMAL

Timeline

MEU FILHO NÃO PODE SER CURADO

Apesar dos melhores esforços da equipe médica, pode não ser possível curar o câncer do seu filho. Mas isso não significa que seja intratável. Às vezes, crianças com câncer avançado vivem por muitos meses ou até anos. O objetivo muda de ser capaz de curar a doença para proporcionar a melhor qualidade de vida para o seu filho e controlar seus sintomas. Você e seu filho serão atendidos por uma equipe de especialistas com experiência no controle dos sintomas e no fornecimento de ajuda e apoio emocional e prático para toda a família. Isso possibilita que a criança desfrute de uma alta qualidade de vida pelo maior tempo possível.
Esta seção compartilha o que os pais e os profissionais descobriram ser útil ou inútil nesse momento difícil, e sugere maneiras pelas quais você pode ajudar seu filho e fazer escolhas sobre os cuidados no fim da vida.

MEU FILHO NÃO PODE SER CURADOCUIDADOS NO FIM DA VIDA